Blog Esportivo do Suiço

Blog Esportivo do Suiço

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Com Gabigol em campo, Inter vence Lyon por 1 a 0 na Copa dos Campeões

Após um primeiro tempo carente de emoções, a Inter de Milão voltou com outra postura na segunda etapa e deu certo. Com Gabigol durante os 45 minutos finais, o time italiano cresceu no jogo e venceu seu primeiro amistoso no tour pela Ásia: 1 a 0 sobre o Lyon nesta segunda-feira em Nanjing, na China. O montenegrino Jovetic, outro nome que entrou bem após o intervalo, fez o gol do jogo, que contou com assistência de João Mario e participação de Gabriel.

A Inter já tinha jogado na China, mas não passou de um empate com o Schalke. Antes, ainda tinha perdido para o Nuremberg por 2 a 1. A vitória de agora sobre o Lyon foi o primeiro jogo da Inter pela International Champions Cup. Nesta semana, o gigante italiano ainda enfrenta Bayern e Chelsea no torneio amistoso.

Cotovelo pode deixar Djokovic fora do resto do ano

O problema que o sérvio Novak Djokovic tem enfrentado no cotovelo direito desde o começo da temporada pode abreviar o fim do seu ano. Segundo informa o Sportski Zurnal, da Rússia, o ex-número 1 do mundo deve parar entre seis e 12 semanas, podendo perder o US Open e até mesmo não jogar mais em 2017.

"Nole precisa de um descanso de seis a 12 semanas. Em nossa próxima consulta vamos ver se a estimativa permanece a mesma ou se muda. Neste período ele está proibido de treinar com a raquete, podendo realizar outras atividades, como o condicionamento físico. E claro que também haverá fisioterapia", declarou Zdenko Milinkovic, ortopedista do sérvio.

Djokovic está em Belgrado desde o último domingo e deve marcar um encontro com a imprensa ainda nesta semana para anunciar os planos para o restante da temporada. Aual número 4 do mundo, o sérvio é apenas o sétimo na corrida da temporada, em que conquistou dois títulos, ambos ATP 250, o primeiro deles em Doha e o último e Eastbourne.

Jamaica marca no fim, vence México e faz segunda final seguida da Copa Ouro

A Jamaica fará a final da Copa Ouro de 2017 com os Estados Unidos. Com um gol marcado aos 43 minutos do segundo tempo, os jamaicanos venceram o México por 1 a 0 na noite deste domingo, pela semifinal do torneio, e garantiram a classificação à decisão do torneio. A partida foi realizada em um lotado Rose Bowl, em Pasadena, local da final da Copa do Mundo de 1994. É a segunda vez seguida que a Jamaica decide a competição. Em 2015, o país perdeu a final para o México.

O lateral Kemar Lawrence foi o autor do gol da vitória jamaicana. Ele cobrou uma falta da entrada da área com estilo e balançou as redes. O México disputou a Copa Ouro apenas com jogadores que atuam no país e foi comandado por Luis Pompilio Páez, auxiliar de Juan Carlos Osorio, técnico da equipe principal, que participou da Copa das Confederações em junho.

Jamaica e Estados Unidos decidem a Copa Ouro nesta quarta-feira, em Santa Clara, na Califórnia, às 22h30 (horário de Brasília). A Jamaica nunca conquistou o torneio. 

Os norte-americanos, que passaram pela Costa Rica na semifinal, buscam o sexto título. Os mexicanos buscavam a sua nona final de Copa Ouro e o oitavo título do torneio.

Fluminense de Feira e Juazeirense empatam no jogo de ida das oitavas da Série D

O Fluminense de Feira e a Juazeirense ficaram no empate em 3 a 3 no primeiro jogo das oitavas de final, neste domingo (23), no estádio Joia da Princesa. A volta acontece sábado (29), no Adauto Moraes, às 18h30.

A Juazeirense abriu o placar, aos 16 minutos, com Robert. Os anfitriões logo empataram, com Jonatas Obina. No segundo tempo, Robert botou os visitantes de volta na frente e, mais uma vez, Jonatas Obina deixou tudo igual. Rafael Granja virou para o Flu. Mas, aos 45, Emilio fez o seu e fechou o confronto em 3 a 3.

A Juazeirense tem a vantagem do empate em até dois gols (0 a 0, 1 a 1 ou 2 a 2). UM novo 3x3 leva a disputa para os pênaltis. Se os times ficarem com resultados iguais mas com mais de 4 gols (de 4 a 4 em diante), quem avança é o Flu de Feira. Se algum clube vencer, é ele quem se classifica.

domingo, 23 de julho de 2017

Vasco bate Atlético-MG no Horto com show do garoto Paulinho

Na semana em que mais um veterano, desta vez Nenê, se distanciou do Vasco, coube aos jovens mostrarem mais uma vez personalidade no time de Milton Mendes. Em um jogo movimentado e também pegado, o Cruz-Maltino conseguiu vencer o Atlético-MG, dentro do Independência, por 2 a 1. O nome do jogo foi o jovem Paulinho, de 17 anos. Em seu terceiro jogo como profissional, o primeiro como titular, o atacante vascaíno marcou os dois gols de sua equipe em Belo Horizonte. Yago marcou o gol do Galo.

Paulinho se tornou o primeiro jogador nascido depois do ano 2000 a marcar um gol na primeira divisão do futebol brasileiro. O jogador foi relacionado pela primeira vez para um jogo entre os profissionais no mês passado. Além dos dois gols deste domingo, ele tem uma assistência pelo time - no jogo diante do Vitória.

Com o triunfo, o Vasco chega aos 23 pontos e sobe para a oitava colocação. O time está agora a um ponto do G6 do Brasileirão. O confronto da próxima rodada será diante do Atlético-PR, dia 31, no Raulino de Oliveira.

O Galo, por sua vez, segue com 20 pontos e a 13ª posição. No próximo domingo, a equipe visita o Coritiba.

Casemiro acerta no tempo normal, erra nos pênaltis, e Real cai diante do United

Em seu primeiro compromisso após o título da Liga dos Campeões, o Real Madrid foi derrotado nos pênaltis pelo Manchester United, em amistoso que serviu de prévia da decisão da Supercopa da Europa. Um brasileiro saiu do banco para ser o fiel da balança. No tempo normal, Casemiro fez de pênalti o gol que determinou o empate em 1 a 1 – Lingard abrira o placar para os Diabos Vermelhos. 

Só que, em uma disputa na qual os jogadores desperdiçaram sete das 10 cobranças, o volante da Seleção carimbou o travessão na última tentativa e determinou a vitória inglesa.

Em um amistoso que colocou frente a frente os campeões da Liga dos Campeões e da Liga Europa, o jogo ficou muito aquém das expectativas. Foram só duas chances no primeiro tempo: um chute de Andreas Pereira no início e o gol de Lingard aos 44 após grande jogada de Martial. 

Com dois times novos na etapa final, o jogo não melhorou, mas o Real cresceu e chegou à virada com o pênalti convertido por Casemiro aos 23. Poderia até ter virado, mas o time espanhol pecou na finalização. Nos pênaltis, Mkhitaryan e Blind acertaram para o United e apenas Quezada marcou para o Real: 2 a 1 e o triunfo.

O Real foi a campo com força quase máxima, com: Keylor Navas; Carvajal, Varane, Nacho e Marcelo; Kroos, Modric e Isco; Lucas Vazquez, Benzema e Bale. Na volta do intervalo, Zidane mudou o time todo e apenas Casemiro, dos considerados titulares, esteve na segunda etapa. Cristiano Ronaldo, de férias, ainda não se reapresentou ao grupo nos Estados Unidos.

Isner conquista o tricampeonato em Newport

Assim como fez em 2011 e 2012, o norte-americano John Isner sagrou-se campeão do ATP 250 de Newport, o último torneio sobre a grama da temporada. Na final deste domingo, ele chegou ao tri batendo o australiano Matthew Ebden, vindo do qualificatório, com uma vitória em sets diretos, anotada após 1h14 e com placar final de 6/3 e 7/6 (7-4).

Cabeça de chave número 1 do torneio, Isner disputou sua primeira final da temporada, algo que não fazia desde o vice no Masters 1000 de Paris, no fim do ano passado. Seu último título veio dois anos atrás, no ATP 250 de Atlanta, onde jogará novamente na próxima semana e será o segundo mais bem cotado.

O título faturado nesta semana vai render o retorno de Isner ao top 20, justamente ocupando o 20º na lista que será divulgada na segunda-feira.

Após dois empates, Corinthians volta a vencer diante do Fluminense

O líder invicto do Campeonato Brasileiro voltou a vencer na tarde deste domingo. Após empatar com Atlético-PR e Avaí, o Corinthians contou com um gol de cabeça do zagueiro paraguaio Balbuena, após escanteio cobrado por Giovanni Augusto no início do segundo tempo, para derrotar o Fluminense por 1 a 0, no Maracanã. O Timão mostrou que manteve o padrão e abriu nove pontos para o Grêmio, segundo colocado.

Invicto há 30 jogos, o Timão ainda igualou marca histórica do Flamengo de 2011, que também passou as primeiras 16 rodadas do Campeonato Brasileiro sem derrotas. O Flu, por sua vez, manteve a sina de não vencer em casa: são sete partidas de jejum. O último triunfo diante de seu torcedor foi no início de junho, contra o Vitória.  

Pela competição nacional de pontos corridos, o Corinthians terá pela frente outro time do Rio de Janeiro, o Flamengo, em Itaquera, e o Fluminense jogará contra mais um de São Paulo, a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. As duas partidas estão agendadas para domingo.

Casagrande surpreende e vence corrida 2 em Curvelo

A Stock Car tem o nono vencedor de 2017 e um novo nome na lista de vencedores na categoria. Neste domingo (23), Gabriel Casagrande se valeu da regra do grid invertido, largou na pole position na corrida 2 em Curvelo e, de modo seguro, triunfou pela primeira vez na categoria. 

O piloto da Vogel resistiu aos ataques iniciais de Thiago Camilo na primeira parte da corrida e administrou a vantagem após o reabastecimento, triunfando com tranquilidade. Camilo - que se envolveu em um pequeno toque com Ricardo Zonta - terminou em segundo, com Átila Abreu completando o pódio.

Fraga domina e vence corrida 1 em Curvelo

Felipe Fraga venceu a primeira corrida da rodada dupla da Stock Car em Curvelo, realizada neste domingo (23). O piloto da Cimed Racing fez uma corrida firme, sem ser incomodado em nenhum momento pelos rivais, ainda que o Safety Car tenha juntado o pelotão em duas oportunidades. 

Ainda assim, o atual campeão da categoria controlou a vantagem na liderança com um ritmo veloz e cruzou a linha de chegada em primeiro pela segunda vez no ano. Daniel Serra foi o segundo e Ricardo Maurício superou Ricardo Zonta na linha de chegada para ser o terceiro, embora a cronometragem tenha colocado o piloto da Shell à frente.

Pela quarta vez, Chris Froome vence Volta da França

O britânico Christopher Froome subiu pela quarta vez no lugar mais alto do pódio na Volta da França. Ele completou as 21 etapas da disputa em 86h20min55 e se sagrou campeão neste domingo. O pódio foi completado com o colombiano Uran Rigoberto, 54 segundos atrás do número um, e com o dono da casa, Romain Bardet, que acumulou 86h23min15.

Neste domingo, quem levou a melhor nos 103km finais, entre as cidades de Montgeron e Paris, foi o holandês Dylan Groenewegen. Ele completou o circuito em 2h25min39 e foi seguido pelo alemão André Greipel e pelo norueguês Edvald Boasson Hagen. Esta é a primeira vez que Greipel termina o longo percurso sem ter vencido uma etapa. Na disputa final, ele estava à frente durante a corrida, mas viu o holandês disparar e vencer.

Ao todo, 167 ciclistas participaram da 21ª etapa. O britânico Simon Yates, 25 anos, foi o atleta mais novo a fazer melhor tempo e ficou com a camiseta branca. 

Por sua vez, o francês Warren Barguil terminou a disputa com a camiseta pontilhada, por ter o melhor desempenho em subidas durante a Volta da França.

Brasil nada lado a lado com os EUA e leva prata no 4x100m do Mundial

Depois de 17 anos sem conquistas em eventos de primeiro nível nas provas de revezamento em piscina olímpica, o Brasil voltou a colocar um quarteto no pódio. Neste domingo, Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Cesar Cielo e Bruno Fratus conquistaram a prata no revezamento 4x100m livre do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, na Hungria. Na última braçada, o título ficou com os americanos por uma diferença mínima: 28 centésimos (3min10s06 x 3min10s34). O bronze terminou com a Hungria.

O último pódio de um revezamento brasileiro em grandes eventos havia sido o bronze na Olimpíada de Sydney 2000 no 4x100m livre, com Gustavo Borges, Fernando Scherer, Edvaldo Valério e Carlos Jayme. Em Mundiais de piscina longa, o jejum era mais longo: o bronze em 1994, na Itália, com Borges, Scherer, Teófilo Ferreira e André Teixeira.

Brasil vence Portugal e conquista o Mundialito de futebol de areia pela 12ª vez

A Seleção Brasileira de futebol de praia é campeã do Mundialito. Neste domingo, em Cascais, a equipe venceu os anfitriões portugueses por 6 a 4, confirmando mais uma conquista do País na modalidade. Com a conquista do Mundialito pela 12ª vez, a Seleção comemora também mais um título em 2017. O País já havia sido campeão da Copa do Mundo, disputada em Nassau, no mês de maio.

Após superar também Rússia e França, o time de Gilberto Costa teve seu maior desafio na última rodada, mas passou bem. Com um bom início de jogo, abrindo 3 a 1 no primeiro período, os brasileiros souberam administrar a vantagem.

Na segunda parte do duelo, uma pequena relaxada permitiu aos portugueses uma reação, diminuindo a diferença para apenas um gol. Porém, Mauricinho conseguiu levar a partida para os 12 minutos finais com 5 a 3 no placar.

No terceiro período, o último, o Brasil levou o quarto gol dos europeus. Para piorar, Catarino acabou expulso quando restavam sete minutos, dificultando a situação e deixando o time com um a menos por dois minutos. Ainda assim, os donos da casa não conseguiram o quinto gol para empatar o duelo. Para completar, Rodrigo fez seu segundo na partida, faltando pouco para o fim, e sacramentou a vitória brasileira: 6 a 4 em Cascais.

Bruno Henrique faz três, e Santos bate o Bahia no Pacaembu lotado

O Santos está se firmando cada vez mais no G4 do Campeonato Brasileiro. Empurrado por um lotado Pacaembu nesta ensolarada manhã de domingo, o Peixe derrotou o Bahia, por 3 a 0, em duelo válido pela 16ª rodada do torneio nacional. Foi a quarta vitória nos últimos seis jogos da equipe da Baixada, que mantém os líderes Corinthians e Grêmio no radar da tabela de classificação.

Com três gols de Bruno Henrique, o Santos recuperou o terceiro lugar, perdido no sábado com a vitória do Flamengo, ao alcançar os 30 pontos ganhos, um a menos que o Grêmio e a sete do Corinthians. Os dois rivais, no entanto, ainda jogam na rodada. O Bahia, por sua vez, caiu para a 13ª posição, com 19 pontos.

Antes de pensar no Brasileirão, o time comandado por Levir Culpi se preocupará com um mata-mata. Às 21h45 (de Brasília) da próxima quarta-feira, o Peixe, embalado e com moral pela boa vitória conquistada neste domingo, receberá o Flamengo na Vila Belmiro, precisando reverter uma desvantagem de 2 a 0 para avançar às semifinais da Copa do Brasil.

Pelo torneio de pontos corridos, a equipe alvinegra voltará a campo no domingo, dia 30, para encarar o Grêmio, a partir das 19 horas, em Porto Alegre. Já o Bahia buscará a reabilitação diante do Sport, na Arena Fonte Nova, às 16h do mesmo dia.

Brasil supera Estados Unidos e vai às finais do Grand Prix de vôlei

O Brasil entrou em quadra pressionado na manhã deste domingo. Com os resultados da madrugada, seria obrigado a vencer o forte time dos Estados Unidos na última rodada da fase de classificação do Grand Prix para evitar uma eliminação precoce. Mas diante de um ginásio lotado em Cuiabá, a renovada seleção do técnico José Roberto Guimarães mostrou maturidade, dominou as americanas nos dois primeiros sets, segurou a reação rival e, no embalo das veteranas Adenízia, Natália e Tandara, conquistou a terceira vitória seguida na etapa: 3 sets a 1, parciais de 25/20, 25/13 e 18/25 e 25/18. 

Com o resultado, as brasileiras garantiram vaga na Fase Final e seguem em busca do 12º título da competição.

Classificado, o Brasil se prepara agora para mais uma longa viagem, rumo à China. As Finais estão marcadas para entre os dias 2 e 6 de agosto, na cidade de Nanjing. Além das brasileiras e das anfitriãs chinesas, também estão classificadas as seleções da Sérvia, dos Estados Unidos, e da Itália. A Holanda pode ficar com a última vaga se vencer a Bélgica também em Cuiabá, ainda neste domingo.

Larissa/Talita é campeã na Polônia, e Ágatha/Duda fica em terceiro lugar

O Brasil conquistou neste domingo a medalha de ouro na etapa quatro estrelas de Olsztyn, na Polônia, válida pelo Circuito Mundial de vôlei de praia. Em excelente fase, Larissa e Talita precisaram de 50 minutos para derrotar as canadenses Sarah Pavan, ex-jogadora do time de quadra do Rio de Janeiro, e a jovem Melissa Humana-Paredes, pelo placar de 2 a 1 (20/22, 21/18 e 16/14).

Foi o segundo encontro entre os dois times, com as brasileiras tendo vencido também na semifinal do Major Series de Gstaad, na Suíça. O ouro de Larissa e Talita veio com uma campanha perfeita: seis vitórias em seis jogos.

O país também subiu ao pódio com outra dupla. Ágatha e Duda não precisaram atuar para conquistar a medalha de bronze, já que a tricampeã olímpica Kerri Walsh Jennings, que joga atualmente com Nicole Branagh, sofreu uma lesão no ombro direito e não teve condições de atuar.

Feijão perde duelo equilibrado e não vai à chave principal em Gstaad

O brasileiro João Souza, número 137 do mundo, chegou perto, mas não conseguiu entrar na chave principal do ATP 250 de Gstaad, na Suíça. Neste domingo, na rodada final do qualificatório, ele perdeu para o italiano Lorenzo Giustino (182º) por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-4) e 7/6 (7-5).

O detalhe do duelo é que o jogo não contou com break points. Ambos os jogadores foram praticamente perfeitos em seus games de serviço, sem dar chances ao adversário. Feijão, por exemplo, ganhou mais de 70% dos pontos com seu primeiro saque.

Sem Feijão, o País terá dois representantes na chave de Gstaad. Thomaz Bellucci (65º) encara o anfitrião Henri Laaksonen (100º), enquanto Thiago Monteiro (103º) terá pela frente o ucraniano Alexandr Dolgopolov (89º).

Revezamento brasileiro no 4x100m avança em primeiro à final do Mundial

O Brasil começou muito bem a participação nas provas de natação do Campeonato Mundial de esportes aquáticos, que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. Na manhã deste domingo, o revezamento brasileiro 4x100m, formado por Cesar Cielo, Marcelo Chierighini, Gabriel Santos e Bruno Fratus, venceu sua série e passou para a final com o melhor tempo (3m12s34). A decisão é ainda neste domingo, a partir das 12h30 (horário de Brasília).

Os outros brasileiros que caíram na água também tiveram sucesso. Nos 50m borboleta, Henrique Martins e Nicholas Santos avançaram sem maiores problemas para a semi, o mesmo acontecendo com Felipe Lima e João Gomes nos 100m peito. Nos 200m medley, foi suado, mas Joanna Maranhão também passou para a semifinal.

Weidman encerra sequência negativa e finaliza Gastelum no terceiro round

Com a corda no pescoço após ser nocauteado nas últimas três lutas, Chris Weidman voltou a sentir o sabor da vitória na noite deste sábado, na luta principal do "UFC: Weidman x Gastelum", pelo peso-médio (até 84kg). Ele finalizou Kelvin Gastelum aos 3m45s do terceiro round com um katagatame, depois de uma linda transição saindo das costas. O ex-campeão dos médios não vencia desde maio de 2015, quando nocauteou Vitor Belfort, e fez discurso empolgado, desafiando o campeão Michael Bisping.

Gastelum não perdia há três lutas e agora possui 14 vitórias e três reveses em seu cartel. Este foi seu primeiro resultado negativo como peso-médio. Suas outras derrotas foram contra Neil Magny e Tyron Woodley, pelos meio-médios.

Goleiro do PSG falha, e Tottenham ganha de virada nos EUA

Quem foi ao Camping World Stadium, em Orlando, nos EUA, saiu satisfeito. Apesar de ser um amistoso, foi uma partida repleta de emoções, gols e lambanças, que terminou com a vitória por 4 a 2 do Tottenham sobre o Paris Saint-Germain.

Erikssen, Dier, Alderweireld e Kane marcaram para os Spurs, enquanto Cavani e Pastore balançaram a rede para o PSG. O papel de protagonista ficou com Kevin Trapp, goleiro do time francês, responsável por erros decisivos.

O alemão Kevin Trapp foi a principal figura do jogo. Apesar de ter feito uma ou outra defesa difícil no primeiro tempo, o goleiro ficou marcado neste jogo por duas lambanças. 

A primeira deu o segundo gol para o Tottenham, quando ele chutou a bola em cima de Dier, que acabou balançando a rede. Na etapa final, ele se enrolou com um recuo, colocou a mão na bola fora da área e acabou expulso. Quem entrou em seu lugar foi Areola, com uma atuação bem mais segura, apesar dos dois gols sofridos.